07 outubro 2007

O passarinho me contou...


Como é facílima a prática do erro quem pratica o Marketing de Rede de forma inadequada. Se não acompanhar as regras, se não tem experiência de no mínimo dois anos de militância intensiva. Pode-se tornar um caos.

Primeiro a maioria das vezes não são muito claras e nem bem acompanhadas, muitos excessos podem ser acometidos. A promessa de ganhar dinheiro fácil, sobretudo na internet, o maior celeiro de democratização da informação de todos os tempos, pode se tornar uma arapuca mortal.

A começar que as pessoas perdem rapidinho o senso de pecado, já tão combalido na modernidade. (Vide Escândalo da Verdade de Jean Daniélou ou temáticas como 'disseminação da pseudo-moral moderna no mundo neopaganizado de hoje').



Ao que me consta, ainda o aborto, prática do homossexualismo e a negação do salário do trabalhador são os únicos pecados capitais que clamam a ira divina sobre a face da terra. Por que isto se afirma aquí?


Muitos trabalhadores e representantes empresariais ignoram certas realidades até mesmo a partir da liderança. Ignoram que certas atitudes maculam toda uma organização. Uma ou algumas laranças podem estragar todo o laranjal. Como se pode tornar uma organização saudável e imune a certos malefícios? Primeiramente deve-se analisar a fundo a origem ou a natureza do 'malefício'.

Os estudiosos e entendidos do assunto ético e comportamental afirmam que indivíduos quando praticam ou induzem conscientemente ou inconscientemente a alguém a cometer algum deslize o fazem sem oferecer nenhuma oportunidade de escolha, autocrítica ou mesmo de autodefesa por quem sofre de alguma transgressão. Lembre-se que este negócio de céu e inferno não é conto da carochinha. Apenas há muita insdiocincrazia, preconceitos e falsas suposições que lhe conferem uma roupagem falsa e mentirosa.

Procuro não enchergar estas coisas no prisma temporal. Apelo sempre para a pureza moral, para o místico. Vejo como exemplo estas duas forças antagônicas - Céu X Inferno.

Indo numa realidade concreta, o indivíduo redimido começa experimentar a pureza e a justeza nesta vida, e que é, peremptoriamente, negada por que não crer ou vive em outra esfera. Enquanto que ao contrário deste, o inferno eterno frita os miolos e o físico de deturpadores, cujo desvio de conduta, e gozado nesta vida. Caros leitores, é o que penso francamente. Se se alguém surrupiou ou tem surrupiado alguém e a consciência está ainda 'aparentemente' tranqüila creio que seus miolos já estejam no forno sendo assados à fogo beeeem brando. Por isso não sentem ainda nenhum remorço ou dor...

Há... Em seguida será a fritura.

Não precisa ser nenhum confeiteiro para entender da receita de 'Como Fazer Sonhos' .


Agora xô, passarinho. Vá viver sua vida em paz! Ponto.

Att D.B.


06 outubro 2007

Artes Industriais





"Quem não busca a cruz de Cristo não busca a glória de Cristo." - São João da Cruz





Asteamento da Bandeira, crença em 
Deus e recuperação das Oficinas de Artes e Ofícios

Bom. Foi passando com um amigo por um estacionamento fiquei impressionado o quanto apreensivo estão às pessoas sobre com algum perigo iminente advindo deste mundo tão conturbado. Ao chegar num estacionamento aberto de um importante shopping da cidade três senhoras apavoradas nos pedem para acompanhá-las até seus respectivos veículos, pois alguns jovens com ares de pouca boa intenção estavam presentes próximo aos seus veículos. Decidimos acompanhá-las até que possam aproximar de seus carros, ligá-los com certa tranqüilidade e se retirarem. Hoje pergunto que difícil tem sido sair de casa em busca de um pouco de lazer, realizar algumas compras ou trabalhar. As autoridades não tomam qualquer iniciativa cabível, nem mesmo há nenhum responsável nas imediações de certos centros comerciais para responder por sua responsabilidade pela segurança de seus próprios clientes e funcionários. Tsc, tsc.

A maioria de meus amigos já sabe qual minha opinião sobre o caso... Não adianta mesmo limpar a 'espuminha' do defunto por cima da piscina. É necessário removê-lo do fundo...

Primeiro a União Federativa do Brasil não deixará de ser união se houver uma descentralização sistêmica de poderes. Por exemplo: Moro aqui em Brasília. Porque não deixar esta cidade em paz elegendo Taguatinga, cidade cosmopolita sempre crescente, como capital do DF e do Entorno? Porque não conceder autonomia para algumas regiões brasileiras já que são tão vastas em dimensões geográficas? Não diminuiria as corrupções das quais vivem nos ameaçando?

Outra medida radical: Institucionalizar em toda rede de ensino para crianças de oito aos 12 anos o ato de astiamento da bandeira e o canto do hino nacional. Assim como também o ensino religioso obrigatório para estas idades, sem deter em uma só agremiação religiosa.

Com certeza os frutos a sociedade como um todo irá ser acolhidos somente daqui a vinte anos. Quantos aos frutos de hoje do mal são sementes plantadas há mais de vinte anos atrás... A começar quando retiraram do ensino médio as escolas de Artes Industriais. Como querem que o jovem saiba o que quer da vida se a família, o governo e nem a sociedade da qual pertence não ensinou alguma atividade de artes e ofícios?

Bom. Chega. Fica aqui meu desabafo e infelizmente ter que sugerir um pequeno arquivo localizado no Diretório deste grupo Auto Ajuda, como paliativo desta situação calamitosa.

Vide Oficinarte - Arquivos

Att D.B.







❦ ❦ ❦

█ ▉ ▊ ▋ ▍ ▎ ▏Pasmem. Desde que conheço por gente sou estudioso de design e tenho ministrado aulas ao longo de minha vida profissional. Sempre me intrigou aquele losango na bandeira brasileira e imperial. Fiquei chateado quando descobri que as origens citada forma geométrica tem influência do positivismo. Nada contra a referida instituição, porém, cadê o plebiscito popular par escolher o melhor? Quase tudo que vem de cima, vem como se enfiasse no lombo do povo. De forma vertical e menos ou nada horizontal. Voltando a bandeira. Formas angulosas, na psicologia do desenho, significa agressividade, guerras, etc. O nosso povo tem uma natureza tarda e pacífica... O porque o losango?! Seria para encorajar este povo... como no Hino Nacional?... vai pensar...

Contento saber que o amarelo e o verde tem origens da nossa querida família imperial.





❦ ❦ ❦















Pe José de Anchieta. - Rogai por nós!

Blogger                                                                                   Artes Industriais






Google +